Escola Portuguesa  

O casamento de Isabel de Castela e Fernão de Aragão, reis de Castela e Aragão, deu início ao regime monárquico absolutista em Portugal. A joalheria ligada à essa parte da história portuguesa interessou a designer porque houve um rompimento nas técnicas de ourivesaria vigentes na época. Antes do casamento as jóias eram influenciadas pela cultura otomana e depois, os ourives fugiram disso e buscavam fazer jóias que agradassem a instituição católica. Por isso as peças da Coleção Escola Portuguesa tem características sacras, como crucifixos papais e anéis enormes com técnicas sem rebuscamento. São ao todo 9 crucifixos e anéis em ouro 18 quilates, rubis e safiras.





 
Inserindo...
Seja bem vindo(a). Preencha seu nome e email para receber as últimas novidades da Márcia Mór.
Este email já foi cadastrado. Obrigado.
Ok. Email cadastrado.